top of page
Buscar
  • Jornal

Política de preços da Petrobrás prejudica o agronegócio e provoca até falta de diesel


O óleo diesel é um insumo importante para o agronegócio, que consome o produto em alta escala no desenvolvimento da agricultura extensiva e de alta tecnologia.

Recentemente a Petrobrás mudou a sua administração de distribuição do produto, o que provocou importantes alterações no mercado, principalmente a partir de abril deste ano de 2023.

O que causou a crise foi a mudança da distribuição do lucro entre os acionistas. Antes a Petrobrás distribuía 60% do seu lucro aos acionistas. Com a mudança determinada pelo governo federal, que é o maior acionista da empresa, o percentual passou para 45%.

A estatal prioriza, através das distribuidoras, os postos revendedores, varejistas das cidades e rodovias, em detrimento dos TRR’s que atendem os grandes consumidores como produtores rurais e transportadoras. Ao mesmo tempo, a Petrobrás permite que distribuidoras importem o produto da Russia principalmente, o que o torna mais caros.

Os TRR’s, para suprir a demanda entram no mercado aberto de distribuição de combustíveis e acabam pagando preços mais altos, para as distribuidoras que importam o produto, do que aqueles que são praticados aos postos revendedores. Além do valor mais alto, ainda encontram escassez do produto, muitas vezes deixando de atender toda a necessidade dos grandes consumidores.

Segundo a Abicom, Associação Brasileira dos Importadores de Combustíveis, a defasagem do óleo diesel, com o subsídio da Petrobrás, nesta quinta-feira, 10 de agosto está em R$1,06 o litro, que acaba sendo repassado aos TRR’s.

A política de preços da Petrobrás que vem prejudicando os produtores ocorreu justamente no período de colheita da segunda safra e preparo do solo para a próxima. Este fato provoca ainda mais insegurança no campo, prejudicando a economia do País, que tem como principal alavanca de desenvolvimento, a dinâmica do agronegócio.

Fonte: Jovemsulnews (Norbertino Angeli)


Imagem: Foto: Norbertino Angeli

8 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page